Regulamento PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

NOTA INTRODUTÓRIA
O Regulamento Interno é um conjunto de normas por que se rege a Escola de Música da Sociedade Filarmónica Tondelense, que pretende uma organização estável e adequada ao tipo de ensino específico da música, em que participam activamente todos os elementos que a integram.

DIRECÇÃO PEDAGÓGICA
1.    Compete à direcção pedagógica a orientação da acção educativa da Escola de Música da Sociedade Filarmónica Tondelense, e designadamente:
1.1  Planificar e superintender as actividades curriculares e culturais;
1.2  Promover o cumprimento dos planos e programa de estudos;
1.3  Velar pela qualidade de ensino;
1.4  Zelar pela educação e disciplina dos alunos;

CORPO DOCENTE
1.    Os professores deverão velar pelo estado de higiene e conservação das salas de aulas durante o período em que nelas leccionarem.
2.    Os professores deverão avisar com antecedência, sempre que possível, das faltas que sejam obrigados a dar.
3.    Não existem aulas de reposição, quando o professor ou aluno falta, estas devem ficar devidamente assinaladas no livro de ponto.
4.   Os professores deverão organizar audições de classe durante o ano (nas disciplinas em que isso é possível), participar com os seus alunos em audições organizadas pela Escola de Música ou pelos próprios professores.
5.    Os professores deverão sensibilizar os alunos a participar nas actividades artísticas e culturais levadas a efeito pela Escola de Música da Sociedade Filarmónica Tondelense.
6.    Os professores são obrigados a avisar a direcção, quando os alunos atingirem 3 faltas injustificadas ou 5 faltas justificadas.

CORPO DISCENTE
1.    Podem ser alunos da Escola de Música da Sociedade Filarmónica Tondelense todos os indivíduos de ambos os sexos, desde que tenham bom comportamento moral e cívico.
2.    Poderá ser obrigatória a realização de uma prova de aptidão musical para acesso à Escola de Música da Sociedade Filarmónica Tondelense, mediante o número de inscrições.
3.    Esta prova terá lugar em Setembro, data a anunciar.
4.    Para formação de turma é exigido um número mínimo de 8 alunos.
5.    Quando menores, o boletim de inscrição tem de ser obrigatoriamente assinado por um dos pais, ou por Encarregado de Educação reconhecido como tal.

INSCRIÇÕES
1.    O prazo de inscrição será fixado anualmente na sede da Escola de Música da Sociedade Filarmónica Tondelense.
2.    Não serão aceites inscrições depois da 3 sessão de aulas. O aluno ficará automaticamente inscrito para o ano lectivo seguinte.

PAGAMENTOS
1.    A Escola de Música da Sociedade Filarmónica Tondelense poderá conceder anualmente isenção ou redução de propinas a alunos de mérito excepcional, ou a alunos cujo o agregado familiar não tenha possibilidades financeiras.
2.    A mensalidade será estipulada na primeira reunião de pais do ano lectivo corrente, sendo esta executada no início de cada mês.
3.    Não estão compreendidas nas propinas eventuais despesas de material didáctico.
4.    A propina cessará com a entrada do aluno na Filarmónica, assim que integrar concertos e saídas para marchar.

ALUNOS
1.    Os alunos são obrigados a serem assíduos e pontuais.
2.    Os alunos deverão zelar pela boa conservação das instalações e do material escolar sendo responsabilizados por eventuais prejuízos causados deliberadamente ou por manifestações negligenciais.
3.    Os alunos deverão ter bom comportamento e acatar as instruções dadas pelos professores e demais responsáveis pela Escola.
4.    Os alunos deverão apresentar-se em audições de classe, ou outros eventos, organizados pela Escola de Música da Sociedade Filarmónica Tondelense.
5.    Os alunos deverão assistir às actividades artísticas, culturais e pedagógicas organizadas pela Escola de Música.
6.    As aulas poderão ser substituídas por actividades de interesse Pedagógico, levadas a efeito pela Escola de Música da Sociedade Filarmónica Tondelense.
7.   Atitudes que lesem o bom funcionamento ou o bom nome da Escola de Música da Sociedade Filarmónica Tondelense, serão punidas pela Direcção Pedagógica.
8.    A duração e o número de aulas semanais serão anunciadas no plano de estudos a afixar nas instalações da Escola Música.
9.    As faltas deverão ser sempre justificadas em impresso próprio disponível na sede desta Escola. No caso de o aluno ser menor de idade, a justificação deverá ser assinada pelo encarregado de educação.
10.  Em caso de falta do aluno, qualquer que seja o seu número, a mensalidade/propina é paga por inteiro.
11.  Os alunos que faltarem a 9 aulas ficarão sujeitos a uma avaliação de empenho e interesse para continuarem a frequentar as aulas da Filarmónica.
12.  As aulas podem ser assistidas desde que o professor esteja de acordo.
13.  Serão enviados aos encarregados de educação, no final de cada período, os relatórios de avaliação dos seus educandos (juntamente com as faltas dadas).
14.  As anulações de matrícula devem ser feitas em impresso próprio disponível na sede desta Escola.

CALENDÁRIO ESCOLAR
1.    O ano lectivo decorrerá de Setembro a Junho. Junho e Julho serão dedicados a música de câmara.
2.    Os professores deverão estar disponíveis para a formação de júris de provas organizadas pela filarmónica.
3.    A avaliação destas provas será qualitativa.

CONSIDERAÇÕES GERAIS
1.    O acto de inscrição, ou de matrícula, pressupõe por si só o conhecimento e a aceitação integral das normas presentes neste Regulamento, no entanto, Encarregados de Educação, ou alunos, quando maiores, devem declarar (em impresso próprio fornecido pela escola) o seu conhecimento.
2.    Este regulamento poderá, no final de cada ano lectivo, ser alterado.
3.    Todas as omissões deste Regulamento serão resolvidas pelo director pedagógico e a direcção da Sociedade Filarmónica Tondelense.